Como Instalar o API de Conversão do Facebook Pelo Google Tag Manager

Neste artigo vamos mostrar como configurar o API de conversão do Facebook a partir do Google Tag Manager. Mostraremos também como configurar o contêiner do GTM Web, o contêiner do GTM Server Side e a sua hospedagem.

Configurando o API de Conversão com Objetivo para Negócio Local: Lead, Formulário, etc.

Dentro do Google Tag Manager, clique em ‘Visualizar’ para abrir o Debug Mode e coletar as informações que precisamos para fazer os acionadores. 

API de Conversão
api de conversão

Antes de fazer o API de conversão, é preciso estar ciente de que cada evento equivale a uma conversão. É preciso também definir qual conversão será realizada dentro do site. O evento que iremos “trackear” é a ação do cliente clicar em um botão do WhatsApp ou deixar um Lead de Formulário. Você também pode criar um evento de conversão para um cliente que clicou em determinada página.

Como Fazer o API de Conversão

Dentro do Google Tag Manager, na aba ‘Tags’ clique em ‘Nova’ para criar uma nova Tag. Nomeie como ‘FB – Pageview’. Primeiro faremos as Tags do Navegador e logo após faremos as Tags do API para ficar correto.

Clique em ‘Configuração de tags’ e logo em seguida na opção ‘Descubra mais tipos de tag na galeria de modelos da comunidade’.

Na barra de pesquisa digite “facebook pixel” e selecione o modelo ‘Facebook Pixel’. Clique em ‘Selecionar Modelo’ para escolher o Facebook Pixel.

Na aba ‘Facebook Pixel’ adicione o pixel do seu site, em ‘Event Name’ deixe em Standard com a configuração ‘PageView’ e ative a opção ‘Enable Advanced Matching’ para poder enviar os dados do usuário.

Abra a aba ‘Customer Information Data Parameters’ para enviar alguns parâmetros para a Tag. Os parâmetros que vamos utilizar será ‘Country’ e ‘External ID’. Como a campanha será apenas no Brasil podemos usar o valor estático ‘br’ conforme o exemplo abaixo.

O parâmetro ‘External ID’ é requerido pelo Facebook para deixar a correspondência de dados mais certeira. Para configurar o parâmetro clique no símbolo de “Mais”, em seguida na opção ‘Escolha um tipo de variável’ e logo depois em ‘Descubra mais tipos de variável na galeria de modelos da comunidade’

Procure pela variável ‘Event ID’ e selecione a variável com o mesmo nome conforme o exemplo abaixo.

Selecione-a e clique em ‘Selecionar modelo’.

Renomeie a variável para ‘Event ID’ e salve.

Agora precisamos pegar o parâmetro ‘Event ID’ e criptografar para ser enviado como ‘External ID’. Para fazer isso vamos criar um novo valor de parâmetro. Clique no símbolo de “Mais”, em seguida na opção ‘Escolha um tipo de variável’ e logo depois em ‘Descubra mais tipos de variável na galeria de modelos da comunidade’

Na aba de busca procure por ‘hasher’ e selecione a opção ‘cyrb53 hasher’ e adicione o modelo.

Renomeie a variável para ‘Hash – External ID’. Na aba ‘Data String’ insira a variável ‘Event ID’ criada anteriormente e salve conforme exemplo abaixo.

Após fazer isso o seu ‘Customer Information Data Parameters’ ficará conforme a imagem abaixo

Na aba de ‘Object Properties’ no evento de Pageview precisamos enviar dois parâmetros de cookies primários, que são ‘FBC’ e ‘FBP’. Trata-se de parâmetros de “impressão cookie click”, eles melhoram a correspondência de dados aumentando a nota e a assertividade em algumas campanhas voltadas para click. Para configurar os parâmetros basta seguir o processo abaixo.

Adicione os dois parâmetros personalizados no ‘Object Properties’

Na aba de ‘fbp’ clique em ‘Mais’ e escolha uma nova variável. Selecione a variável ‘Cookie primário’ conforme as imagens abaixo.

Renomeie a variável como ‘Cookie Primário – _FBP’ e na aba ‘Nome do cookie’ use o valor ‘_fbp’.
Para a variável de FBC iremos realizar o mesmo processo renomeando a variável para ‘Cookie Primário – _FBC’ e usando o valor ‘_fbc’.
A configuração dos parâmetros ficará conforme a imagem abaixo.
Na aba ‘More Settings’ na opção ‘Event ID’ use o valor da variável Event ID que criamos anteriormente.

Na aba ‘Acionamento’ clique em ‘Escolha um acionador para disparar essa tag’ e selecione o acionador ‘All Pages’

Fazendo isso, nossa TAG de Pageview ja está pronta, basta salvar.

Como pegar os Parâmetros de Formulário e Whatsapp.

Após fazer o evento de Pageview não precisamos fazer todo o processo anterior, apenas copiar a TAG já feita e mudar algumas informações.

Depois de copiar a TAG anterior vamos alterar o nome dela para ‘FB – Lead – Whatsapp’, mude ‘Event Name’ para a função ‘Custom’ e renomeie para ‘Lead – Whatsapp’ conforme imagem abaixo.

Depois de realizar essa configuração, altere o acionador da sua TAG para um acionador por clique, dependendo da configuração do botão de WhatsApp do seu site, na opção ‘Opções de disparo da tag’ selecione a opção ‘Uma vez por página’ para não gerar eventos duplicados.

Após isso, salve a tag e já estará tudo pronto.

O próximo evento é o de Formulário. É importante que você dispare um evento do formulário e verifique de que forma esse evento irá se comportar pois isso vai te ajudar a criar o acionador.

Agora você pode criar uma nova TAG usando os parâmetros já usados anteriormente, mudando somente o nome da tag para ‘FB – Lead – Formulário’, mude ‘Event Name’ para a função ‘Custom’ e renomeie para ‘Lead – Formulário’ conforme imagem abaixo.

Altere o acionador conforme a configuração do seu site e salve.

Criando Tags de Remarketing no Google Tag Manager

Para criar uma tag de remarketing precisamos direcionar em que página o remarketing deverá acontecer. Para isso vamos duplicar a ultima tag que criamos e renomeá-la como ‘FB – Lead – Página de Consultoria’, mude ‘Event Name’ para a função ‘Custom’ e renomeie para ‘Lead – Página da Consultoria’ conforme imagem abaixo.

E agora vamos adicionar um acionador. Selecione o acionador ‘Exibição de Página’.

Renomeie o acionador para ‘Exibição de Página – Página da Consultoria’. Na opção ‘Disparar esse acionador quando ocorrer um evento e todas essas condições forem verdadeiras’ selecione o valor ‘Page URL’, selecione também a condição contém e em seguida o elemento da URL da sua página de consultoria. Depois é só salvar. Salve também a tag criada.

Criando as Tags de API

Agora que todas as tags do Facebook estão prontas, passaremos para as tags de API. Crie uma nova tag e renomeie como ‘FB – API – Lead – Formulário’. Em Configuração da tag selecione ‘Google Analytics: Eventos do GA4’ e na Tag de Configuração selecione o ‘GA4 Pageview’. Em ‘Nome do evento’ digite exatamente como foi feita na tag do FB e coloque o nome como ‘Lead Formulário’ conforme o exemplo abaixo.

Os parâmetros que iremos adicionar na tag serão: ‘action_source’, que define para que tipo de servidor será enviado a tag (nesse caso, o servidor será ‘website’); ‘first_party_collection’, para enviar mais de um parâmetro em uma única tag (o valor desse parâmetro será ‘true’); ‘event_id’, para “desduplicar” o evento (usaremos o Event ID que criamos anteriormente); event_time, para o delay das tags que será feito por JavaScript Personalizado; e por fim o transport_url, que será vinculado ao servidor.

Dessa forma os parâmetros ficam conforme o exemplo abaixo.

Na aba de ‘Configurações de variável’ escolha a variável ‘Javascript personalizado’.

Para criar o parâmetro de event_time iremos usar o seguinte javascript:

‘function() {

return Math.round(new Date().getTime() / 1000); }’

E renomeie a variável para ‘jsp – time stamp for second’ conforme imagem abaixo, depois é só salvar.

O próximo parâmetro será o transport_url, que será vinculado ao servidor. Clique em ‘Mais’ e escolha a variável ‘Permanente’, e o valor da variável será a URL do seu site com a adição do ‘server’ na frente, por exemplo: ‘https://server.rmmidiaperformance.com.br’. Renomeie a variável para ‘Transport_URL’ e salve.

Por fim, iremos adicionar os parâmetros de cookies primários usando as seguintes nomenclaturas: ‘x-fb-ck-fbp’ e ‘x-fb-ck-fbp’. Os valores dos parâmetros serão os de Cookie Primário usados anteriormente, o ‘x-fb-ud-external_id’ que será o event ID criptografado e o ‘user_data.adress.country’ que é estático. Desta forma os parâmetros ficarão assim.

Quantos mais dados forem enviados nas tags, melhor será a correspondência e eficácia.

Feito isso, altere o acionador para o mesmo acionador que colocamos na tag de Formulário do Facebook e salve.

Criaremos agora uma nova tag de API para o Lead Página da Consultoria. Vamos copiar a tag que usamos anteriormente com os mesmos parâmetros e mudaremos apenas algumas informações.

Altere o nome da tag para ‘FB – API – Lead – Página da Consultoria’ e o Nome do evento para ‘Lead – Página da Consultoria ‘.

Também será necessário alterar o acionador conforme a tag.

Feito isso, salve.

Vamos criar uma nova tag de API para o Lead WhatsApp copiando a tag que usamos anteriormente, com os mesmos parâmetros, também mudando algumas informações.

Altere o nome da Tag para ‘FB – API – Lead – WhatsApp’ e o Nome do evento para ‘Lead – Whatsapp’.

Em ‘Configurações avançadas’ e em ‘Opções de disparo da tag’ ative a opção ‘Uma vez por página’ para não gerar duplicidade de disparo.

Também será necessário alterar o acionador conforme a tag. Após isso é só salvar.

Como criar um Contêiner Server

Saindo do espaço de trabalho e indo na parte principal de gerenciamento de contas você poderá adicionar um novo contêiner que será usado para o server.

Clique nos 3 pontinhos no canto superior direito da sua conta e logo em seguida na opção ‘Criar Contêiner’

Em ‘Nome do contêiner’ coloque um nome da sua preferência e em ‘Plataforma seguimentada’ selecione ‘Server’. Depois é só clicar em ‘Criar’.

Após criar um novo contêiner server, aparecerá um pop-up para configurar clicando em ‘Provisionar manualmente o servidor de tags’ e copie o código gerado pois vamos criar um servidor e uma hospedagem chamada Stap.io.

Você precisará se cadastrar na plataforma do Stap.io. Finalizando o cadastro faça o passo a passo a seguir.

Clique em ‘Create container’.

Em ‘Container name’ coloque um nome da sua preferência. Na aba ‘Container configuration’ coloque o código gerado no GTM server e em ‘Servers location’ coloque como ‘SA East (São Paulo)’, clique em ‘Create Container’

Na página seguinte busque a aba ‘Domains’ e clique na opção ‘Add domain’ para criar o domínio que adicionamos no parâmetro de ‘Transport_URL’.

Após esta etapa, o stap.io disponibilizará as configurações de hospedagem que você precisará configurar no host do seu site, conforme imagem abaixo.

Como funciona o Stap.io

O stap.io é uma plataforma que disponibiliza de forma gratuita 10 mil hits sem a necessidade de cartão de crédito. Acima desses 10 mil hits é preciso pagar para o API continuar funcionando. Os valores começam a partir de U$ 20 dólares por mês, você pode também escolher uma assinatura anual com desconto.

Caso você tenha um fluxo grande de tráfego é extremamente recomendável assinar a plataforma, uma vez que o Stape.io é o melhor custo benefício do mercado. Google cloud, por exemplo, cobra um valor maior pelo serviço.

Como Ativar o URL Personalizado do Stap.io

Para ativar o URL personalizado do Stap.io é necessário acessar a sua hospedagem e pegar as informações que ele fornece para que você pode realizar a configuração pela ‘Zona DNS’.

É necessário que você abra a sua ‘Zona DNS’, clique em ‘Gerenciar’ e insira as entradas do stap.io. As entradas são ‘HOST’ com o valor personalizado ‘server.rmmidiaperformance.com.br’, ‘type’ que será ‘A’ e ‘VALUE’ que será ‘35.198.36.195’.

A configuração pode mudar dependendo da sua hospedagem.

Configurando o Google Tag Manager Server

Após configurar a sua hospedagem pelo stap.io iremos voltar ao Google Tag Manager na opção ‘Administrador’.

Clique na opção ‘Configuração do contêiner’.

Na opção ‘URLs do contêiner do servidor’ clique em ‘Adicionar URL’ e insira a URL personalizada gerada no stap.io conforme a imagem abaixo. Depois disso clique em ‘Salvar’.

Voltando à página principal do Google Tag Manager, procure a aba ‘Variáveis’ e clique em ‘Nova’.

Renomeie a variável para ‘Cliente Name’ e escolha o tipo de variável ‘Nome do cliente’. Não é necessário configurar, apenas salve.

Agora clique em ‘Acionadores’ e em ‘Nova’ para criar um novo acionador.

Renomeie o acionador para ‘GA4’ selecionando o tipo de acionador ‘Personalizado’. Mude para a opção ‘Alguns Eventos’, use a variável ‘Cliente name’ que acabamos de criar com a condição: ‘contém’ o valor ‘GA4’, depois é só salvar.

Agora iremos na aba de ‘Tags’ e criaremos uma nova tag.

Clique em ‘Configuração de tags’ e logo em seguida na opção ‘Descubra mais tipos de tag na galeria de modelos da comunidade’.

Na barra de pesquisa digite “conversion” e selecione o modelo ‘Conversion API TAG’. Clique em ‘Adicionar ao Espaço de Trabalho’.

Após isso, renomeie a tag para ‘FB – API’, insira o ‘Pixel ID’ e o ‘API Access Token’ que você precisa pegar dentro do Facebook Business na aba de ‘Configurações’. Dentro do Facebook Business ative a opção ‘Ativar correspondência automática avançada’.

E depois em ‘Gerar token de acesso’ para acessar o Token.

Copie o código de acesso e cole na tag do ‘FB – API’ desta forma:

Em ‘Acionadores’, selecione o acionador que acabamos de criar ‘GA4’ e salve.

Para finalizar, volte ao contêiner de web para alterar o valor do Transport_URL e deixar conforme o URL do stap.io. Na aba ‘Variáveis’ procure a variável ‘Transport_URL’, altere o valor e salve.

Testando as Tags de Web e Server

Depois de configurar todas as tags, variáveis e parâmetros você pode clicar em visualizar para se certificar que todas as tags foram disparadas corretamente.

Teste as tags tanto do Server como do API e teste todos os eventos da sua página com seus respectivos parâmetros.

Conseguiu? Deixe aqui o seu comentário.

Também siga o Mundo do Traqueamento em outras redes sociais:

Inscreva-se no https://www.youtube.com/channel/UC6mX6bbcEmQoaznI0D7Aw5Q

Siga e curta no https://www.instagram.com/mundodotraqueamento/

Siga e comente no https://twitter.com/traqueamento

Siga também no https://www.linkedin.com/company/mundo-do-traqueamento

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Search
Inscreva-se agora e receba todas as novidades sobre Cursos, Conteúdos, Materiais e muito mais sobre GTM e GA4

Conheça os serviços da MdT

Conheça os serviços da MdT

Escolher o Mundo do Traqueamento é a decisão certa para empresas que buscam resultados através de dados. Conheça um pouco dos nossos serviços que poderá ajuda sua empresa a alavancar resultados de diferentes formas.

Tá afim de aprender GTM de forma avançado para e-commerce. Ainda ganhar dinheiro com isso? Esse é o curso pra você!

Já imaginou não depender de integrações que não funcionam e ter um traqueamento 100% pelo GTM. Contrate-nos e melhore seus resultados.

Precisa fazer configurações no GTM mas não consegue porque seu website! não tem Data Layer? Esqueça isso. Fazemos todo o Mapeamento de Data Layer para você!

Precisa de um projeto voltado via Server Side para mitigar os impactos das mudanças recentes de privacidade do usuário, como cookies, IOS14 e outros problemas. GTM Server Side irá te ajudar.

Seu container do GTM está bagunçado e necessitando atualizações e manutenções periódicas para acompanhar todas as plataformas. Nossa equipe de especialista é supimpa para isso